Resenha: Radiant Creamy Concealer da Nars | Review

Oi povo lindo!
Tudo bom?
E eis aqui o serumaninho de volta! Até semana que vem posto um vídeo contando tudo o que aconteceu nas últimas semanas, muitas coisas estão mudando e ainda vão mudar, por isso tenham paciência comigo, tá?
Bem, o que tem pra hoje é um vídeo resenha de um corretivo que mal conheço e já considero pacas: o Radiant Creamy Concealer da Nars.

Eu já namorava esse bonito há tempos, mas sabe como é… $$$… então…
Na quinta-feira passada, num 18 de agosto frio em minha homenagem, tinha até esquecido de agradecer o presente de São Pedro fui na Sephora, achei a miniatura e acabei comprando, uma vez que R$ 99,00 tava mais para o meu bolso do que R$ 179,00 (preço da versão full size).
Para poder mostrar melhor o produto o vídeo foi a melhor alternativa, mas logo abaixo dele vou deixar algumas considerações, tá?
Bora lá então:

O que a marca diz:

Cobiçado por artistas pala sua textura de luxo e acabamento luminoso, o novo Radiant Creamy Concealer uniformiza a pele com cobertura média a alta. Enriquecido com hidratantes, benefícios multi-ação para a pele e tecnologia que difundi a luz. Ele cria uma pele mais macia, suave, enquanto instantaneamente oculta imperfeições, diminui linhas finas e sinais de fadiga. (tradução do site oficial da marca, valeu Translate pela parceria de sempre! kkkkkk)

 O que tenho a dizer:

Cumpre tudo o que promete, além de deixar a pele sequinha. Claro que esta parte de ocultar imperfeições está ligada a um efeito óptico, mas eita efeito porreta! Quem me acompanha no Snap percebeu que ultimamente, sabe Deus porquê, existe uma cara nas minhas olheiras e ele tem dado conta delas maravilhosamente bem.

Boo! Essa sou eu mezzi gente mezzi panda. kkkkk

 

Ah! Ele também não contem parabenos, nem álcool, nem fragrância e nem entope os poros, vulgo não-comedogênico.
Infelizmente não consegui descobrir que raios fazem nesse corretivo pra ele ter um efeito iluminador sem cintilância e sem deixar as pessoas cinzas, mas seguirei tentando descobrir e qualquer coisa volto pra contar pra vocês.
No Brasil existem 10 tons desde o Chantilly (mais claro) ao Cacao que infelizmente não é o mais escuro. Na gringa a marca tem 16 tons e o mais escuro é o Dark Coffee.
Caso tenham dúvidas é só perguntar nas redes sociais, pois aqui o negócio ainda tá meio bugado, ok?
Beijos!
Até mais!